O que nunca devemos esquecer é que sempre somos parte do que procuramos entender: a suposta lacuna entre o conhecedor e o conhecer é mais como uma linha faltosa ou fronteira móvel do que uma fenda propriamente dita.

(Chris Lawn, sobre o pensamento de Gadamer)

Anúncios