DSC00592

No princípio Deus imaginou…

O homem narrou o que percebeu

A um amigo que contou ao seu amigo que recontou também…

Escreveram a Revelação

E os copistas trabalharam

Os observantes aprenderam de cor a Torá…

Na seqüência Deus se imagina gente…

Palavra nua e crua, suor e sangue

Com textura, cheiro e sabor, ao vivo e a cores

A Verdade é amiga de pecadores!

O Verbo conjuga metáforas, parábolas, hipérboles, trocadilhos…

E o Outro Ajudador convida às visões, aos sonhos e às outras línguas

Anotaram o Logos em pergaminho

Os tradutores traduziram

E a imprensa acorrentou

Cartesianizaram e o sistematizaram

Saturaram as Escrituras até não mais poder

Crucificaram a Palavra

Assassinaram a imaginação…

… E a Palavra à beira do caminho

Espera um novo dizer

Parceiros de quimera

Contadores de histórias

Poetas, profetas, utópicos e loucos

Corações alados que descolem as Sagradas Letras

Para lerem as Sagradas Imagens.

Márcio Cardoso

Anúncios