Tive a alegria de acompanhar de perto o desenvolvimento deste trabalho. É bem mais que o cumprimento de uma exigência acadêmica. É feição de um projeto de vida. Incomodava sua construção teológica o gargalo em que se tornou a Missão Integral. Um lindo projeto que falhou em seu alcance. Com uma trajetória comprometida com o movimento evangélico e seu viés mais crítico e missionário: a Missão Integral, Ricardo Gondim reuniu autoridade para levantar as questões mais doloridas e propor um “dever de casa”, segundo ele, adiado.

Ao final da defesa, a convicção feliz do seu orientador, Jung Mo Sung, indicou-nos o bem que esta obra pode fazer ao Brasil evangélico: “foi a defesa de dissertação mais concorrida e densa de que já participei.”

Para os que anseiam por respostas que fujam ao lugar comum e desnudem as aparências, esta leitura será uma grande oportunidade.

Imagem

Anúncios